28 de Agosto de 2019

O Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade terá sua sexta etapa neste sábado, dia 31, na cidade de Ipiranga do Sul, que fica a cerca de 50 quilômetros de Erechim, no norte do Estado. Quase 20 duplas já garantiram a presença no grid.

Entre elas, duas que vão competir pela primeira vez no “quintal de casa”. Natan Martelli e Eduardo Bergamin já andaram outras etapas do Gaúcho, mas esta será a primeira vez na região em que residem.

“Tenho que admitir que tem uma pressão um pouco maior por estar competindo em casa, mas também sabemos que teremos o apoio de familiares e amigos nos assistindo. Estamos realizando um sonho em competir no rali de velocidade. Da amizade entre eu e meu navegador, surgiu a concretização deste sonho. Estamos vindo de um pódio na etapa de Panambi e certamente agora, será emocionante poder competir em casa. Quem sabe a gente consiga brigar ai pela vitória e nos posicionar de maneira a competir também pelo título do Gaúcho este ano na sequência da competição”, aponta o piloto da equipe NEFsports e que tem o apoio de Kalitra, Athena Agro e ZAP Guinchos.

Já para Dejair Pasa e a esposa Caroline Nedir Pasa, o desafio será ainda maior, pois esta será a primeira corrida deles no rali de velocidade. A expectativa nossa é grande, competir pela primeira vez, eu que sempre participei de todos os ralis da região como expectador ou voluntário, agora saio do barranco para dentro do carro. Não outro objetivo que não seja terminar a prova. Conhecemos o tipo de estradas da região, por morarmos aqui e são trechos técnicos que exigem cuidado para que possamos completar”, enfatiza o piloto. Ele enfatiza ainda o apoio de uma dupla mais experiente, que tem repassado diversas informações sobre a forma de competição. “O Alan (Serro, piloto) e o Lucas (Neumann, navegador), tem nos auxiliado muito neste processo de começar a competir”, completa o piloto da equipe Brasil Ipiranga do Sul, que tem o apoio da Indra, Posto Ipiranga, Mecânica MB, BS Prevensul e Primasul Papéis.

A prova terá ainda a estréia de outra dupla da região, Elton Borges e Edivan Felipe Ecker.

Rali em Ipiranga

A prova de Ipiranga do Sul abrirá sua programação na tarde da sexta-feira, dia 30 de agosto. O Parque de Apoio estará instalado ao lado da Igreja Matriz. Na sexta, os competidores realizam o reconhecimento das especiais, que em Ipiranga do Sul, serão todas em estradas de terra, pelo interior do município.

No sábado, a corrida larga às 11h48. A partir das 19h, tem a entrega da premiação aos vencedores, junto ao Salão Paroquial, com o tradicional churrasco em espeto de Guamirim, uma tradição na cidade.

Acesso do público

O acesso ao Parque de Apoio e às especiais do Rally de Ipiranga do Sul é gratuito. No entanto, é preciso acessar os trechos das especiais ao menos 1h30 antes da primeira largada prevista. Ao assistir o rali, o expectador deve estar atento a alguns detalhes, como nunca se posicionar pelo lado de fora das curvas, procurar ficar em pontos mais altos que o piso da especial, não invadir a pista durante a corrida, não ficar cruzando o trecho da estrada durante a corrida. Recolher o lixo que por ventura venha a ser gerado no local em que estiver assistindo e evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

MAPA PARA O PÚBLICO

A organização do Rally de Ipiranga do Sul já definiu o mapa da prova, com o roteiro para os competidores e também sugere ao público pontos, onde melhor pode se ver a corrida. Para acessar o mapa do Rally com os pontos de público, clique em https://bit.ly/2YKGkaP. No mapa, constam os pontos de referência para GPS, que podem ser acessados pelos expectadores.

PROGRAMA DO RALLY DE IPIRANGA DO SUL

Sábado, dia 31

11h48 – Largada da SS CDR Posto Ipiranga 1 – 18,62km

12h26 – Largada da SS Sicredi Sul Minas 1 – 12,38km

13h49 – Largada da SS CDR Posto Ipiranga 2 – 18,62km

14h27 – Largada da SS Sicredi Sul Minas 2 – 12,38km

15h50 – Largada da SS CDR Posto Ipiranga 3 – 18,62km

16h28 – Largada da SS Sicredi Sul Minas 3 – 12,38km

19h – Premiação e jantar. Local: Salão Paroquial de Ipiranga do Sul